in

Entrevista: Rapper Misael fala sobre sua carreira

1 pop cyber purple POP CYBER
(Foto: POP CYBER)

Com uma trajetória de 16 anos na cena do rap e hip hop de Brasília, o rapper Misael mostra sua habilidade e talento mesmo aos seus jovens 25 anos de idade. Considerado um veterano nesse meio, ele conquistou reconhecimento na mídia ao longo de sua carreira através de seus diversos trabalhos. Sua dedicação e comprometimento com a música são evidentes, e seu talento brilha em cada projeto que ele lança. Misael é uma figura importante e respeitada na cena do rap, deixando sua marca e contribuindo para o crescimento e desenvolvimento desse gênero musical em sua cidade natal.

A carreira de Misael começou por acaso, aos 8 anos de idade, quando ele participou de uma gravação do grupo Pacificadores, por influência do irmão mais velho, Fábio (Neguim), produtor musical do grupo. Três anos depois, aos 11 anos, o jovem rapper entrou para a antiga formação do grupo e protagonizou a canção “Eu Queria Mudar”, que marcou o início de sua carreira, com uma grande repercussão que chegou às principais rádios de rap no Brasil e no exterior.

Desde então, Misael vem conquistando cada vez mais espaço nas rádios, televisão e outras mídias nacionais. Conversamos com o talentoso artista sobre sua carreira. Confira a entrevista:

1 – Você começou sua carreira aos 8 anos de idade por influência do seu irmão mais velho e depois seguiu no ramo, acumulando hoje mais de 16 anos de carreira. Como você define esse seu caminho profissional?

A palavra certa para definir é experiência. Tanto na vida pessoal quanto na profissional, aprendi que tudo que é feito com maior foco trará maiores resultados. A experiência que adquiri durante os últimos 16 anos é o que me proporciona ainda mais inspiração para continuar criando música por vários anos no futuro.

2 – Desde o início você trabalha com o Rap. Qual a importância do gênero musical na sua vida?

Vim de uma cidade com poucos recursos. Na época, cresci em meio à marginalidade, e fui exposto a seguir o caminho certo e o errado. Tive muitos amigos que optaram pelo errado, mas meu sonho sempre me deu forças para seguir para o lado certo. A música me salvava de tudo, todos os dias.

3 – “Eu Queria Mudar” foi uma música que marcou o início da sua carreira, certo? Nessa época você tinha apenas 11 anos de idade. Você se lembra de como se sentiu em ver toda a repercussão que a faixa causou?

Até hoje eu não faço ideia do tamanho real da repercussão, já que nem todos os acessos foram realmente computados. A música foi lançada em uma época em que ainda não tínhamos as plataformas digitais e é incerto calcular o alcance real dela, mas ainda assim, sei que seu sucesso foi o responsável por eu estar aqui hoje. Isso me deixa muito feliz porque essa música foi um divisor de águas na minha vida. Tudo mudou depois dela.

4 – Seu lançamento mais recente é a música “Evoluindo”, publicado em março deste ano e que já alcançou mais de 2,5 milhões de visualizações. Você esperava toda essa repercussão?

Eu procuro sempre esperar o melhor sobre as músicas que lanço, já que me dedico 100% para fazê-las. Claro que é sempre uma surpresa pois cada trabalho é diferente em diversos fatores, mas busco ser sempre positivo e esperar bons resultados.

5 – Qual a importância dessa música para você?

O nome da música já diz a importância que ela tem para mim. Ela foi feita com o intuito de evoluir e amadurecer, como o próprio nome diz.

Queria mostrar a minha trajetória e mostrar, tanto para os fãs que compartilham do mesmo sonho descrito na música, quanto para os que buscam outros sonhos, que eles podem sim ser alcançados.

6 – Não poderíamos deixar de comentar sobre a música “Modo Avião”, em parceria com Mr. Catra, tendo sido a última parceria do cantor. O que você pode comentar dessa parceria? Como se sente podendo ter uma lembrança como essa com o Catra?

Tive a honra e o prazer de gravar com o Catra, sou grato por ter tido o prazer de conhecê-lo. Ele era um grande ícone do nosso país, uma das pessoas mais inteligentes e humildes que já conheci e, mais satisfatório ainda, foi termos cantado juntos dentro e fora dos palcos! Gravamos a música “Modo Avião” e pra mim isso será sempre um dos meus momentos mais marcantes.

Confira a música:

7 – Um marco legal foi a canção com o Hungria Hip Hop, “Lembranças”, que entrou para a trilha sonora da premiada temporada de Malhação: Viva a Diferença, que inclusive está no ar neste momento. Como foi isso para você?

Foi uma grande sensação de satisfação saber que os versos que escrevi na minha casa, sem muita pretensão, se tornaram trilha de obras tão presentes na cultura brasileira e foram parar em diversas outras casas de todo nosso país!

8 – Você é responsável por hits de sucesso e por milhões de visualizações em todas as faixas do seu canal. Podemos esperar por novas produções em breve?

Sim! Estou trabalhando bastante durante a quarentena e aproveitando o tempo para ser produtivo. Já tenho algumas faixas para serem lançadas em breve, mas deixo para dar detalhes sobre elas mais para frente. Mas ainda vem muita coisa legal em 2020.

Escrito por Júlia Diniz

CEO da DD Assessoria e atuante na área da assessoria de comunicação, planejamento estratégico, criação de conteúdo e com grande experiência com público externo no meio artístico. E-mail: [email protected]

1 pop cyber purple POP CYBER

Bruno Gadiol fala sobre o single “Transborda”

1 pop cyber purple POP CYBER

Siba em live no Festival #CulturaEmCasa