Connect with us

Entrevistas

Entrevista: Marcio Markkx lança single e remix de “Storms”, do EP “Inside My Skin”

Published

on

116877927 3309976262396173 7440051945328685363 n

O cantor Marcio Markkx, que já vivencia a música em outros papéis há mais de 20 anos, decidiu se entregar as suas palavras, suas experiências, suas raízes e dores por meio de 3 músicas autorais: Voices In My Head, Storms e I Wanna Know no EP Inside My Skin. O conceito do trabalho, que transita entre o Pop Rock e o Soul, são nossas máscaras diárias, nossas angústias e o medo diante das mudanças pessoais e sociais. O POP CYBER conversou com Marcio sobre o último single “Storms”, e a entrevista, você pode ler na integra:

Sobre o que fala seu último lançamento “Storms”?

“Storms fala sobre as tempestades que surgem em nossas vidas. Se alguém ainda não vivenciou nada assim, mais cedo ou mais tarde vai surgir e cada qual com sua intensidade, pode ser familiar, pode ser do coração, pode ser espiritual, enfim, as tempestades surgem e em sua grande maioria causam diversos estragos, mas o lado bom é que elas passam, vão embora e nos deixam a possibilidade de reconstruir o que foi destruído.”

Como foi o processo de criação e produção da música?

“Minhas músicas sempre tem um lado lúdico e pessoal ao mesmo tempo. Gosto de utilizar um pouco da minha biografia, mas sempre criando uma narrativa, ou seja, me preocupo em contar uma história. No caso de Storms, tem uma grande relação com minhas paixões e principalmente com o meu lado espiritual ou ausência dele.”

Você também trabalhou na Produção Executiva da música? Como foi a experiencia?

“A música já estava pronta desde de 2012, eu já havia produzido todos os arranjos, instrumentos, vocais, enfim tudo pronto, mas faltava o olhar minucioso de um produtor que pudesse organizar isso tudo, nesse caso o Tiago Soares, que é o produtor dessa música e do EP Inside My Skin. Organizar lançamento, capa, distribuidora e questões burocráticas, tudo isso é muito chato pra ser verdadeiro, mas atualmente o artista em geral e principalmente o independente, já conhece toda essa necessidade e temos a capacidade de produzir tudo para que nossa música chegue onde for necessária.

Sobre o clipe da música, como foram as gravações? 

“A gravação aconteceu no final de Maio, durante a pandemia, precisei reduzir totalmente a equipe para 6 pessoas e assim, manter o distanciamento e até a segurança delas, a produção conseguiu uma locação numa antiga tecelagem em São José dos Campos, interior de São Paulo. Gravamos dentro da tecelagem o clipe Out of This Loneliness, um single lançado em Julho e descobrimos umas ruínas de um antigo estábulo no local e decidimos depois de várias conversas com o Marcos Soneria, que é o diretor, gravar o clipe de Storms nesse lugar, pois fazia total relação com a questão de reconstruir, destruição e ao mesmo tempo renovação, pois a natureza já havia tomado o lugar. Foi incrível.”

Qual parte de “Storms” você mais gosta?

“Adoro a música, a melodia, a letra que é clara e objetiva, mas sem dúvida nenhuma o clipe me deixa muito contente com o resultado final da canção.”

Recentemente você lançou o Remix da faixa, como foi o processo de produção? 

“Incrivelmente esses remixes (pois foram 2 da Storms), já estavam prontos  desde 2012 e já tocaram em diversas baladas, eventos e até em Londres na Inglaterra. O Dj Bean que é o responsável pelas trilhas, já utilizava essas músicas para seus eventos, mesmo antes da música original ser lançada e aproveitei somente agora essas versões, depois do lançamento do EP.”

“Storms” faz parte do seu EP de estréia com 3 músicas autorais: Voices In My Head e I Wanna Know. Qual é o conceito deste EP?

“O conceito do EP são as máscaras que usamos no nosso dia a dia. Quem somos de verdade, quando estamos sozinhos, quem tentamos ser quando temos interesses, quando queremos conquistar algo ou alguém. O EP se chama Inside My Skin e como o próprio nome diz, quem somos de verdade dentro da nossa pele, nossas dores, nossas alegrias, nossas dúvidas naqueles momentos que estamos sozinhos e focados apenas em nós, esse é o conceito. Nossa verdade nua e crua, sem filtros do Instagram.”

O que podemos esperar pela frente?  Há planos para o lançamento de um novo EP ou possível álbum?

“Sim, há muitos planos e diversas coisas já preparadas. Estou trabalhando nesse momento com diversos produtores diferentes e produzindo para criar novas conexões artísticas. Em Outubro será lançado clipe e música nova, minha primeira autoral em português, estou bem contente. A música se chama Me Encontre Lá no Mar, produzida pelo Tiago Soares do Estúdio Soneria que é um grande parceiro. Além disso já tem produções vindo por aí com o BlakBone (Live Station) e também com o Math (Cada Instante). A música não pode parar e nesse período estranho que estamos vivendo, nada mais reconfortante do que produzir e fazer nossa música chegar no mundo.”

Advertisement