in

Entrevista: Imersão na jornada musical do duo WESLEE

weslee5

WESLEE, o duo dinâmico conhecido por sua sonoridade que mistura gêneros e letras evocativas, está prestes a lançar seu EP muito aguardado, ‘WESLEE World Two’. Seu mais recente single, “If It Don’t Start It Can’t End”, já está ganhando destaque, marcando mais um marco na evolução de sua jornada musical. Conversamos com Emma DD, uma das metades de WESLEE, para discutir a inspiração por trás de suas novas músicas, a evolução de seu som e seu processo criativo.

A Inspiração por Trás de “If It Don’t Start It Can’t End”

Emma DD explica o conceito por trás do último single deles, “If It Don’t Start It Can’t End”, descrevendo-o como um hino para dar chances no amor. “Todos nós já estivemos naquela situação em que gostamos de alguém e queremos tentar, mas a outra pessoa fica com medo, hesita ou está simplesmente assustada,” ela compartilha. “Eu já estive dos dois lados dessa situação. Essa dinâmica foi a inspiração para a música; é definitivamente um sentimento que experimentei muitas vezes na vida.

A música, segundo ela, serve como a conclusão perfeita para o próximo EP. “É o prelúdio para se apaixonar, o estágio antes de tudo o mais acontecer. ‘Backseat’, o primeiro lançamento do EP, fala sobre desejar um amor que acabou, enquanto essa fala sobre o início do amor. Com este projeto, semelhante ao ‘WESLEE World 1 EP’, começamos no fim e terminamos no começo.

Evolução do Som

Refletindo sobre a evolução musical desde o single de estreia “Gassed” até o trabalho atual, Emma DD enfatiza que o crescimento é uma parte natural do processo criativo. “O som evolui porque as pessoas evoluem. À medida que amadurecemos, nosso som amadurece conosco e percebemos o que queremos dizer. Começamos o WESLEE de uma maneira super orgânica, sem expectativas, e ainda continuamos assim. É muito bom ter pessoas querendo ouvir nossas músicas. Quanto mais vida você vive, mais coisas tem para dizer, mais experiência você ganha para se inspirar e colocar na música.”

Temas e Coesão Musical em ‘WESLEE World Two’

Ao discutir os principais temas de ‘WESLEE World Two’, Emma DD destaca que o fio condutor está mais no som do que nas letras. “Josh comprou um novo brinquedo; você pode ouvir isso em todo o EP,” ela ri. “Em termos de letras, todas as músicas são diferentes. ‘Backseat’ lembra um amor passado que você achava ruim, mas ao refletir, sente falta. ‘Casanova’ é o hino do fuckboy, sobre desejar algo que você sabe que não é bom para você. ‘Know Now’ é a música mais triste que já escrevi; fala sobre a vida e estar ciente de tudo que acontece. ‘If It Don’t Start It Can’t End’ é sobre o prelúdio de se apaixonar. As músicas estão ligadas musicalmente.

EP COVER
Capa

Misturando Gêneros

A música de WESLEE desafia as convenções dos gêneros, misturando elementos de Indie, R’n’B, Soul e Pop. Emma DD compartilha sua abordagem para essa fusão única. “Eu, pessoalmente, não sigo gêneros; vejo a música em estados de espírito. Qual é meu humor e o que quero ouvir—estou triste? Vou sair? Estou limpando a casa? Em vez de dizer ‘quero ouvir pop’, abordamos a criação da música com base em como nos sentimos naquele dia. Josh começa a mexer no piano ou no violão, ou eu começo a cantar, ou teremos uma conversa que inspira uma ideia. Não pensamos em gênero; pensamos em sentimento.”

Lidando com a Pressão e Expectativas

Com sucessos iniciais como ser coroado ‘Hottest Record In The World’ na BBC Radio 1, WESLEE enfrentou o desafio de estar à altura das altas expectativas. Emma DD compartilha sua perspectiva sobre lidar com essa pressão. “Você não lida! Aquela foi nossa primeira música; não tínhamos expectativas. Foi louco na época, mas foi há anos. Sentimos sorte por ainda ter pessoas que nos ouvem. Queremos mantê-las felizes, continuar lançando músicas que gostamos e, com sorte, elas ressoam com as pessoas que nos acompanham, e talvez com novas pessoas também! Havia mais pressão sobre nós, mas aliviamos muita dela e voltamos às raízes de por que começamos a fazer isso. Somos duas pessoas que amam fazer música, amam sair juntas e amam fazer música quando saem—sem pressão!

Momentos Memoráveis e Desafios Criativos

Criar ‘WESLEE World Two’ foi uma jornada cheia de momentos memoráveis e desafios criativos. Emma DD lembra da criação de ‘Backseat’ como uma experiência marcante. “Essa música aconteceu de forma tão orgânica, tão natural. Eu, Josh e nosso querido, muito talentoso amigo Jesse Singer—um abraço para Jesse! Pegamos um almoço—kebabs desse lugar incrível—conversamos e nos alimentamos, então começamos a escrever. A música saiu de nós três de forma muito orgânica e instantaneamente sabíamos que tínhamos uma música muito boa. Nem tudo vem tão facilmente onde você sabe instantaneamente—essa foi definitivamente memorável.

O Papel dos Fãs e Aspirações Futuras

Discutindo sua conexão com os fãs, Emma DD reconhece o papel importante que eles desempenham na formação da música de WESLEE. “Uma vez que a arte sai das suas mãos, ela pertence ao ouvinte. Eles colocam sua marca nela. Qualquer experiência de vida que tenham é como interpretam a música e o que as letras significam para eles. Eles moldam a música fazendo-a sua; ela se torna algo totalmente diferente para quem a escuta. Pode significar algo diferente para mim do que para outra pessoa, mas ainda ressoar, o que acho legal.

Olhando para o futuro, as aspirações de WESLEE permanecem enraizadas em seu amor pela música e pelo processo criativo. “Nós dois fazemos música melhor quando não colocamos pressão sobre nós mesmos e ela vem naturalmente. Espero que ainda estejamos fazendo música, rindo, curtindo a companhia um do outro e trabalhando com mais indivíduos criativos incríveis na música e na mídia visual.”

Com ‘WESLEE World Two’ no horizonte, os fãs podem esperar uma rica tapeçaria de sons e emoções, refletindo a jornada e o crescimento de WESLEE. Emma DD e Josh continuam a ultrapassar limites e explorar novos territórios criativos, sempre fiéis à sua visão artística única.

Escute:

foto de perfil de gustavo neves author do pop cyber

Escrito por Gustavo Neves

Gustavo Neves é um jornalista experiente na cobertura de notícias nacionais e internacionais. Com uma paixão inabalável pela música, tem se destacado em diversas áreas. E-mail: [email protected]

Versátil e influente, DJ Tennis retorna ao CAOS

Versátil e influente, DJ Tennis retorna ao CAOS

catia-velois

De clássicos a hits autorais: Cátia Valois revoluciona o sertanejo