Connect with us
[the_ad id="42828"]

Entrevistas

Entrevista: Giovanna Bianco lança single e clipe de estreia “Me Leva”

Avatar

Published

on

Giovanna Bianco lançou recentemente seu primeiro single “Me Leva” e convida a todos para relembrar as sensações boas de um novo amor. Toda a experiência, técnica vocal e influência dos repertórios de teatro musical, jazz e bossa nova, que fazem parte do background de Giovanna, foram o alicerce para a concretização de um trabalho maduro e elegante para seu single de estreia. Produzida por Giu Daga, que faz parte da equipe de Bonadio e é vencedor de 3 Grammy Latinos, a música tem um arranjo musical rico em instrumentos com crescimento empolgante nos refrões.

Advertisements

Advertisements

O POP CYBER conversou com ela, e a entrevista você pode ler na integra:

Como está sendo trabalhar com Rick Bonadio?

Trabalhar com o Rick e toda equipe dele para um primeiro trabalho autoral tá sendo maravilhoso, porque você conta com a experiência de um grande produtor musical e vai somando tudo que a gente queria agregar nesse primeiro trabalho. Eu u levei um pouco do queria agregar nesse primeiro singre, eles também agregaram com toda a experiência de anos e chegamos nesse primeiro trabalho que é um resultado que me deixou muito feliz.

Advertisements

Você gosta muito de musicais e teatro, o quanto isso contribuiu na sua formação como artista?

Eu sou apaixonada por Teatro musical desde de criança, especialmente pelas trilhas sonoras que são belíssimas é muito ricas em letra e melodia. Eu estudei e estudo há aproximadamente 10 anos de dedicação buscando consolidar essa base técnica vocal voltada ao Teatro musical e tudo que rodeia ele. É isso eu acho que me deu uma base grandenses poder cantar vários estilos de música, é isso me ajudou a criar um repertório que é diversificado até mesmo de qualidade vocal que eu queria apresentar nesse meu primeiro single.

Qual a história por trás de “me leva”?

Eu sempre quis pra um primeiro trabalho autoral falar de amor, e falar de um amor feliz. E eu acho que nesse momento em que a gente está vivendo, falar de um amor que deu certo e feliz leva muita esperança e coisas boas as pessoas que queiram ouvir. Então sempre levando o tema, conversando com compositores da gravadora, nós chegamos a uma letra e uma melodia e partimos pra produção musical.

Quais são suas principais referências sonoras?

Advertisements

Minhas principais referências aqui no Brasil são as grandes divas que a gente tinha e ainda tem. Elis Regina, Maria Betânia, Gal Costa e mesmo as atuais tem Ivete Sangalo, Sandy e a Iza.

Porque falar de amor?

Acho que a gente deve sempre falar de amor, todas as pessoas porque eu acho que o amor puro e verdadeiro é o que constrói, faz a diferença é pode nos salvar de tudo que não é bom. Então a gente tendo essa premissa dentro da gente, e eu tenho essa dentro de mim, eu acho que é através da minha música e especialmente nesse primeiro single foi o que eu quis passar para as pessoas.

O clipe é muito bonito, como foi o processo de gravação? Você participou da composição de ideia do clipe?

Esse clipe foi feito com muito carinho, o cenário, a casa onde foi gravado o clipe é a casa de avós de uma amiga minha e é um cenário lindo. Eu me envolvi no processo inteiro, acompanhei tudo de perto, toda parte de figurino foram parcerias, e o que a gente queria construir e eu pedi para a produção era que eu queria passar a mesma leveza que a música tem com as imagens. Então por isso as imagens na grama, correndo, eu acho que era a leveza suave da música que eu queria transmitir e construímos essas cenas dentro dessa casa centenária.

Como foi para você trabalhar com o vencedor de 3 Grammys logo no primeiro single?

Maravilhoso, o Giu Daga fez trabalhos belíssimos, ganhou o Grammy com os Titãs ele tem muita experiência. Trabalha com o Bonadio há anos, e logo que começamos a trabalhar juntos teve bastante sintonia porque além de ser muito talentoso é uma excelente pessoa. Quando eu vi todo o resultado da produção musical, porque antes “me leva” está só voz e violão eu fiquei apaixonada pra música.

Quais suas expectativas em relação à “me leva”?

As minhas expectativas com as músicas são muitas, acho que quando a gente faz um trabalho com muito esforço, carinho, dedicação em especial porque ficarmos dentro da quarentena e com grandes limitações eu acho que cria uma expectativa dentro do projeto. Mas a minha maior expectativa é agradar o público e poder transmitir todo amor, a suavidade e leveza que eu quero e pretendo transmitir com a música.

Advertisements

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: [email protected]

Advertisements