Connect with us

Música

Em “Alone on Earth”, Kommodo mostra por que é um dos principais produtores de melodic techno do Brasil

Published

on

Kommodo1 Rivadávia Coura

Há 10 anos, o mineiro Rivadália Coura, mente criativa que deu vida ao Kommodo, um dos projetos de melodic techno mais relevantes do Brasil, embarcou no ramo da produção musical e desde então tem mostrado que consegue transpor sua criatividade peculiar em suas produções de forma exemplar. Prova disso é seu mais recente lançamento, o EP “Alone on Earth”, de duas faixas, que acaba de sair pela respeitada gravadora norte-americana ICONYC.

Considerada “uma arma secreta para as pistas que estão gradualmente voltando ao normal”, a música que dá nome ao EP agradou o dono do selo, o icônico John Johnson logo de cara e mostra como o bom trabalho, aliado à persistência e ousadia, gera bons frutos. “Eles não estavam aceitando demo, então, por intermédio de um amigo que já lançou na label, a faixa foi apresentada ao John, que quis lançar de imediato para pegar o verão no hemisfério norte e a volta dos eventos em NY. Fiquei muito feliz pois não esperava uma resposta tão empolgada e nem que o lançamento fosse acontecer tão rápido, pois essas gravadoras têm filas de um ano de espera“, conta Kommodo, que utilizou progressão harmônica em partes da música, como no break, criando a linha de baixo e por último aquele lead arpejado que aparece ao longo da construção da track e que é uma marca de muitas de suas produções.

A faixa que completa o EP, “When the Sun Goes Down”, conta com um belo vocal da vocalista de Singapura, criado exclusivamente. “Criei a música há dois anos, pensei na letra e na melodia com a minha esposa, e gravei uma ideia comigo mesmo cantando, até encontrar a Phoebe Tsen, que gravou a voz em cima do que eu tinha pensado. No início deste ano eu reabri o projeto e praticamente refiz a track do zero mantendo apenas o vocal, melhorou bastante, e esperei para fechar um EP. Ela entrou na seleção de melhores faixas de progressive house do mês de julho do Beatport”, afirma Riva, que também contou com o suporte do importante portal internacional Progressive Astronaut, que afirmou este ser uma “excelente estreia dele na gravadora ICONYC”, e que “Kommodo continua sendo um dos melhores produtores de melodic house e techno do Brasil”.

Com boas pegadas de pista, as músicas prometem alegrar o verão do hemisfério norte e levar progressão harmônica e melodias dançantes a uma cena sedenta por fortes emoções e grandes encontros.

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: [email protected]

Advertisement