DJ e produtor musical Mystical fala sobre o novo normal da indústria fonográfica durante a pandemia

Augusto Mystical scaled

Embora ainda não seja possível determinar real extensão dos danos econômicos causados pela pandemia de covid-19, é certo que a crise custará milhões de empregos e irá reduzir a geração de riqueza global em 2020, inclusive na indústria do entretenimento e da música.

No entanto, apesar do cancelamento de diversos shows e eventos, além da paralisação de muitas gravações de novos álbuns em estúdio, durante a quarentena o mercado da indústria fonográfica se reinventou e trouxe novas possibilidades aos artistas.

O DJ e produtor musical Augusto Mystical, um dos nomes mais relevantes do mercado, que teve sua obra na trilha sonora do filme Cidade de Deus, indicado ao Oscar, revela que a emergência da pandemia da covid-19 pode favorecer o surgimento de novos talentos: através da internet e de estarmos mais tempo em casa, podemos produzir mais, se tivermos foco, e usar as mídias digitais para se destacar artisticamente falando em meio tudo, de forma mais efetiva na divulgação e propagação da obra musical, através do marketing digital também. Imagina todos artistas presos em seus estúdios, aí o que resta para os que conseguem manter a criatividade é produzir, porém produzir e lançar as novidades para o público.”

Que vença o mais adaptado

Mystical também pondera que para se destacar neste momento, com milhares de artistas precisando monetizar de alguma forma, quem trabalhar melhor estratégias de marketing digital: “é preciso usar as mesmas estratégias utilizadas por grandes influenciadores digitais para conseguir mais resultados, podendo se destacar muito mais e atingir novos públicos neste momento em que todos estão em suas casas, gerando mais execuções nas plataformas e assim atingir mais consumidores do seu trabalho.”

Trabalho duro compensa

Mystical acredita também que o artista que se dedicar a agradar a sua audiência de forma ativa e orgânica durante a pandemia, será recompensando quando isto tudo passar: “se você se mantiver produtivo e relevante neste momento, ficando na cabeça das pessoas e sempre presente, com certeza será retribuído quando tudo se estabilizar, pois as lives e criação de novas obras projetos e lançamentos são a única forma de conexão por enquanto com o público, até voltarem os shows presenciais. Quem não é visto não é lembrado, e agora é hora de se permitir ser visto.”

Projeto ‘Quarentine’

O produtor musical revela que tem investido seu tempo durante a quarentena em um novo projeto, que tem como inspiração a pandemia da covid-19 e o confinamento: “Minha inspiração literalmente veio deste momento caótico que estamos vivendo. O propósito do nome, Quarantine, que lembra a palavra ‘quarantine’, que é quarentena em inglês, não é pelo oportunismo e sim porque a produção e conceito do disco aconteceu integralmente em meio à pandemia. Diferente de outros trabalhos que fiz, como os remixes de Menina Solta de Giulia Be e Primeira Vez  da cantora Clau, o conceito de Quarentine buscou uma sonoridade condizente com o confinamento e o isolamento social, mais orgânico, tranquilo, leve e marcante, que tem a ver tanto com ajudar as pessoas a terem paz durante o confinamento como a restrição de frequentar lugares públicos, baladas e eventos que estamos todos sujeitos enquanto durar a pandemia da covid-19.”

Written by Gustavo Neves

Além de gerenciar o conteúdo do portal, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica com serviços prestados à gravadoras e grandes artistas.

Nicolle Castro

Nicolle Castro lança “Se Explica”, parceria com Lucas Deluti

Rashid 2020 Foto Kleber Oliveira 1 e1595269046548

Rashid estreia como apresentador na TwitchTV