Dia do Cinema Brasileiro é tema de coleção na MUBI

Coleção Estradas Para o Brasil: Dia do Cinema Brasileiro explora momentos únicos da cinematografia nacional com três road movies

Dia do Cinema Brasileiro é tema de coleção na MUBI
Cinema, Aspirinas® e Urubus, 2005 / Cortesia MUBI

Em homenagem ao Dia do Cinema Brasileiro, celebrado em 19 de junho, a MUBI, distribuidora global, serviço de streaming e produtora, inclui em seu catálogo a coleção Estradas Para o Brasil: Dia do Cinema Brasileiro. Os três road movies Bye Bye Brasil, Cinema, Aspirinas® e Urubus, e Estrada para Ythaca chegam hoje à plataforma.

19 de junho de 1898 é considerado o dia em que foram realizadas as primeiras filmagens no Brasil. Seis meses após os irmãos Lumière exibirem publicamente uma imagem em movimento em Paris, Afonso Segreto, um italiano radicado no Brasil, voltou ao Rio de Janeiro depois de uma viagem à França, onde havia se especializado e comprado um cinematógrafo. Afonso exibiu na cidade a filmagem em que capturou a entrada da baía de Guanabara.

A coleção Estradas Para o Brasil: Dia do Cinema Brasileiro comemora o 126º aniversário do Dia do Cinema Brasileiro com um trio eclético de road movies, de diferentes épocas, que nos convida a viajar e explorar as riquezas da produção cinematográfica nacional e histórias do país, além dos laços de amizade que são construídos na estrada.

Confira a coleção – já disponível:

Bye Bye Brasil (1980)
No final do movimento do Cinema Novo, Carlos Diegues (Xica da Silva) dirigiu este clássico de sucesso. O filme acompanha as aventuras de uma trupe de artistas itinerantes que percorre diversas cidades do nordeste da Amazônia brasileira em uma caravana, levando alegria e entretenimento para  comunidades sem acesso à televisão. Estrelado por José Wilker (Dona Flor e Seus Dois Maridos), Betty Faria (Tieta), o cantor Fábio Jr. e Zaira Zambelli (Paraíso).

Cinema, Aspirinas® e Urubus (2005)
Dirigido por Marcelo Gomes (Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo) e coescrito por Karim Aïnouz (A Vida Invisível), o longa se passa na década de 40 no nordeste brasileiro e narra a história do alemão refugiado da guerra Johann (Peter Ketnath, Deserto Feliz), e do nordestino que foge da seca Ranulpho (João Miguel, Estômago).  A dupla viaja pelas estradas vendendo aspirina e exibindo o filme promocional do novo remédio para os habitantes de vilarejos que não conheciam o cinema.

Estrada para Ythaca (2010)
Guto Parente, Luiz Pretti, Pedro Diógenes e Ricardo Pretti dirigem e estrelam este filme experimental que apresenta a jornada de quatro amigos em uma viagem até a terra mítica Ythaca, após perderem um amigo. A aventura na estrada é marcada pela amizade, descobertas, sentimentos e união entre o quarteto. O longa é inspirado no poema grego Ítaca, de Konstantinos Kaváfis.

Ana Petkovic anuncia música inédita de novo EP e faixas com Hitmaker

Ana Petkovic anuncia música inédita de novo EP e faixas com Hitmaker

Bea Galhano lança Sacanagem, single marca novo ciclo

Bea Galhano lança “Sacanagem”, single marca novo ciclo