Davi Bandeira apresenta “INTENSO”, seu segundo álbum de estúdio

WhatsApp Image 2022 11 16 at 12.10.51
Créditos: Gabes Man

Um álbum para ouvir a todo momento – seja deitado, no conforto de casa; no ônibus da janela ou do metrô em direção à faculdade ou no trabalho; ou numa viagem com os amigos, tendo as músicas como uma trilha sonora… Esse é “INTENSO”, o segundo álbum de Davi Bandeira, que chega às plataformas digitais em 16 de novembro. Do pop dançante ao melancólico, passando por referências nordestinas e indo até o reggae, a mistura de sons marca uma nova fase na carreira do artista. Junto a ele, estão parceiros musicais que trabalharam com outros grandes nomes da música contemporânea brasileira.

“INTENSO é muito sobre mim, mas ao mesmo tempo não é um álbum biográfico. É um álbum que foi feito em sua maioria no interior do Ceará, de onde as pessoas talvez não imaginassem ser possível sair um álbum de música pop”, conta Davi, ao citar que o álbum traz como uma visão de mundo que construiu nesses 30 anos de vida. “É engraçado, porque eu estava ouvindo ele completo e é muito nítido que é um álbum de alguém que cresceu ouvindo de Michael Jackson a Aviões do Forró. Eu sempre fui encantado pela música pop e o forró corre nas minhas veias por ser cearense, mas o desafio foi entender como é ser esse artista que possui referências tão distintas. Fiquei com medo de soar confuso, de não estar coeso, mas eu fui seguindo meu coração e estou muito orgulhoso desse projeto”, destaca.

A concepção do novo projeto teve início ainda no ano de 2019, logo após Davi Bandeira lançar uma releitura de “Assim Caminha a Humanidade”, do Lulu Santos. Ocombustível foi o desejo de fazer um álbum brasileiro de música pop, que contemplasse suas origens e referências nordestinas, misturando com o synth-pop mais nostálgico que ele ouvia tocando no rádio quando era criança. Ele estava morando em São Paulo e trabalhava em uma loja de cuecas para juntar dinheiro e investir em sua carreira. Com a pandemia de covid-19, houve o retorno para casa – e o que poderia parecer o fim do projeto que acabara de ser idealizado era, na verdade, um recomeço.

“Foi interessante porque eu fui embora para tentar minha carreira e voltei para o lugar de onde eu comecei a sonhar para produzir e trabalhar no projeto”, completa, ao dizer que sonha com isso desde muito criança e que, às vezes, sente como se o Davi de hoje encontrasse o Davi criança do início dos anos 2000.

A produção do álbum é assinada por enzo dicarlo, que trabalhou com nomes como Pabllo Vittar e Clara Valverde e coprodução do próprio Davi Bandeira. “Naquele meio de incertezas, se o mundo ia acabar ou não, eu comecei a trabalhar em uma perspectiva: se eu pudesse fazer o último disco da minha vida, como ele seria?”, comenta Davi. Diante dessa nova realidade, ele se juntou novamente a Dan Morais, também parceiro artístico, e juntos escreveram todas as músicas do álbum. O processo, como afirma o cantor, era como “uma terapia no meio do caos”.

A primeira música escrita foi “Louco de Amor” que, já no primeiro momento foi imaginada em um feat com Romero Ferro. “Eu pensei imediatamente nele e em como seria incrível nos juntarmos em um feat: ambos nordestinos – ele, de Pernambuco; eu, do Ceará… Isso poderia ser uma representação cultural muito massa e acabou que deu certo! A gente nem se conhecia na época, mas acabou rolando. Foi a última música que gravamos e ficou bem incrível”, relembra Davi. Além dele, nomes como Banda Nazirê, que trabalha a resistência do reggae; Leandro Buenno, que participou do The Voice Brasil; e o próprio Dan Morais, marcam presença em “INTENSO”, levando toda versatilidade que o projeto apresenta.

“Eu sinto que é um álbum forte, mas também vulnerável. Nele, eu abro meu coração e me apresento como artista para que as pessoas possam me conhecer além da imagem, que elas possam ver minhas dores e minhas feridas. É um trabalho muito real em que eu trabalhei incansavelmente e desde o início para conseguir colocar no mundo”, enfatiza Davi Bandeira.

Antes mesmo de chegar ao mundo, “INTENSO”, já soma mais de 1,5 milhões de reproduções devido aos singles já lançados. Com o lançamento, as expectativas são as melhores. Inclusive para os clipes, que foram praticamente todos filmados no interior do Ceará: “Isso foi muito importante pra mim, pois eu queria trazer para esse trabalho as pessoas que sempre me apoiaram na minha carreira. Temos excelentes profissionais e eu queria mostrar isso para o Brasil, mostrar os lugares lindos de onde venho e as diferentes formas de fazer arte que possuímos”.

Grammy 2022 2

AO VIVO: Grammy Latino 2022

Erro de Jade Picon vai ao ar em Travessia

Erro de Jade Picon vai ao ar em Travessia