Compositora Brenda Mota fala sobre processos pessoais e busca pelo equilíbrio em “Pássaro da Montanha”

A jovem compositora curitibana de 14 anos Brenda Mota, aposta da música nacional, comemora nesta sexta-feira (12), o lançamento de mais uma de suas letras autorais a sair do papel. Intitulado “Pássaro da Montanha”, o novo som chega na voz do cantor Matheus Audan e já está disponível em todas as plataformas digitais pelo selo musical Marã Música.

Acumulando mais de 30 composições autorais, esta é a segunda letra de Brenda a ganhar forma, arranjos, voz e espaço nas plataformas de áudio. Mesmo com sua pouca idade, Brenda Mota escreve sobre o amor, sobre as relações entre as pessoas, a humanidade e os modos de ser, de uma forma madura e sensível ao mesmo tempo.

“Pássaro da Montanha”, fala sobre um processo muito importante vivido pela compositora. “Sempre tive uma grande dificuldade de falar o que eu estava sentido e o maior motivo sempre foi não querer preocupar e/ou incomodar alguém, independente do motivo. Mas quando eu entendi que guardar as coisas não iria me fazer bem, comecei a mudar aos poucos: me abrindo com meus pais, tendo consultas psicólogas, e mais tarde, me abrindo mais com os meus amigos. Por mais que eu ainda seja nova, eu sei que minha ação foi importante, pois poderia virar uma bola de neve futuramente”, aponta Brenda.

Ela busca mostrar que a vida é um aprendizado e vivemos em constante mudança. A faixa também registra a maneira como ela pensava e o equilíbrio que ela vive hoje. Sobre o nome, ela conta: “‘Pássaro da Montanha’ vem de ‘o pássaro que chega no topo’, com o significado de que sempre vamos aprender e mudar em algo, mas quando estiver no auge de acordo com aquilo que você aprendeu, acolher e ensinar o próximo que teve a sua mesma dificuldade é o essencial. O que acabou se tornando uma ‘brincadeira’, pois é exatamente isso o que quero como compositora. Eu pretendo ensinar e aprender com os outros; escrever algo que toque o coração de alguém e ela se sinta bem, mas que eu também possa aprender com esse toque”.

A letra da nova faixa surgiu de forma curiosa: ela escreveu se inspirando em imagens recebidas de amigas em grupos do whatsapp. “Duas amigas da minha melhor amiga mandaram suas artes (desenhos) no grupo, um era um pássaro voando em meio a um tempo nublado, se eu não me engano. O cenário era como um campo e parecia que uma tempestade iria começar. E o outro, era uma linda montanha ao final do pôr do sol e com várias estrelas no céu”.

Ainda com a sonoridade da nova MPB, desta vez a composição de Brenda ganha um pouco das características do reggae. “Estou com uma expectativa muito alta em ‘Pássaro da Montanha’. Creio que vai bombar, pois apresenta uma letra linda, o trabalho de músicos incríveis, e principalmente o amor de todos que vão estar ouvindo”, finaliza Brenda.

 

Sobre Brenda Mota

Quando Brenda abre seu coração, um mundo se abre junto. A jovem compositora curitibana de 14 anos mostra seus sentimentos e inspirações através da música. Sem a pretensão dos holofotes, a artista decidiu começar a escrever para ajudar o próximo com suas letras.

Mesmo com sua pouca idade, Brenda Mota escreve sobre o amor, sobre as relações entre as pessoas, a humanidade e os modos de ser, de uma forma madura e sensível ao mesmo tempo.

Brenda leva a vida de uma adolescente comum, mora com os pais Raquel e Elias e o irmão João Pedro em Curitiba, no Paraná. Durante a semana, se dedica à escola cursando o ensino fundamental 2 e realiza atividades extraclasse como curso de inglês e natação. Aos finais de semana, gosta de assistir séries, ler, conversar com os amigos pelo celular e, claro, escrever.

Seu mais recente trabalho foi o single “Lanternas”, já está disponível em todas as plataformas digitais e é um lançamento do selo musical Marã Música. A faixa, cantada pelo músico Matheus Audan, mescla o pop leve com mpb efala sobre como nos sentimos durante cada período/momento da vida.

Brenda se prepara para lançar mais de suas composições e conta as expectativas sobre a trajetória que se inicia: “Espero uma carreira boa, não em qualquer sentido, mas no sentido de conhecimento. Quero que as pessoas conheçam principalmente as minhas letras, entendam e interpretem de alguma maneira as mensagens que eu tenho escondido dentro das palavras. Espero que minhas letras cheguem para várias pessoas no mundo e que ajudem elas de alguma maneira. Acredito que ajudar as pessoas é meu propósito aqui na Terra e eu fico maravilhada com isso.”

UniFarra apresenta 1° edição, com shows de Zé Felipe, Mc Don Juan e DG e Batidão Stronda e muito mais

Cantor e compositor Dogge lança “Navegar”, seu primeiro single pela Alma Music