Claudia Leitte lança clipe de “Saudade” em parceria com Hungria Hip Hop

A estrela Claudia Leitte acaba de lançar o clipe da música “Saudade” (https://claudialeitte.lnk.to/SaudadePR), uma parceria da cantora com o cantor Hungria Hip Hop e o grupo Olodum, composta por Claudia, Tatau e Xixinho. O clipe foi apresentado no dia 30, quando se comemora o Dia Nacional da Saudade. Com direção do publicitário e cineasta Chico Kertész, o videoclipe foi gravado em formato de cinema e traz imagens de memórias intrínsecas e afetivas da cantora, ao mesmo tempo em que encontra com o novo. Assista agora: https://youtu.be/Qb1Q9dZMVoU .

O clipe faz uma linda homenagem da cantora às suas raízes, ao samba reggae e à Bahia, trazendo grandes referências de ícones da música baiana e internacional para retratar a saudade, carinho, amor, respeito e inspirações de Claudia Leitte. No clipe, há também a presença de passagens que mostram alguns shows da cantora ao longo de seus 18 anos de carreira.

A cantora quis falar da saudade que sente a partir de releituras dos precursores da axémusic, Luiz Caldas e Sarajane, do episódio emblemático de Michael Jackson cantando a música “They Don’t Care About Us”, com o tradicional bloco afro Olodum, em 1996, e de “Amor Perfeito”, música do Babado Novo, banda de formação de Claudia.

No clipe, quis ilustrar em cada releitura o meu sentimento de saudade perante minha infância, minhas inspirações musicais, memórias e vivências. Vocês verão ali uma Claudia por inteiro, sem amarras, com o coração aberto, cheio de amor e gratidão. ‘Do que você sente saudade?’ Eu sinto de tudo que vivi e de coisas que mesmo não estando presente, marcaram minha vida e minha carreira musical. Sinto saudade”, comenta Claudia.

Para a gravação do clipe, algumas fachadas de casas do Pelourinho foram pintadas novamente e a participação de uma pessoa chamou atenção: o percussionista Ubiraci Carvalho, o Bira Jackson – que dançou com Michael Jackson na época, estava novamente lá, mais de vinte anos depois.

O clipe teve como locações o Abrigo Lar Franciscano e a Capela Santa Isabel, ambos no largo do Pelourinho, espaços que abrangem o bairro da Saúde, onde Claudia morou quando pequena. Nas gravações em estúdio, houve a presença de um Cubo que simbolizou uma caixa de memórias: são mais de duas mil fotos que resgatam imagens antigas de Claudia e de Hungria Hip Hop, em diversos momentos de suas vidas.

Luan Veiga

Sócio do Pop Cyber, que tornou-se um dos maiores portais sobre música no Brasil. E-mail: contato@portalpopcyber.com