Após parceria com Saulo, baiana Melly apresenta novo single “Ceder”

unnamed 47

Ceder: esta é uma das dificuldades da vida, mas uma das principais regras para conseguir ter qualquer tipo de relacionamento. É sobre essa imprescindibilidade de se permitir entregar que Melly canta em seu mais novo single que leva o nome do verbo: “Ceder”.

Composto em parceria com Hiran, o single bebe diretamente da fonte do R&B e da Soul Music, característica presente em muitas das composições de Melly ao longo de sua carreira. “Eu e Hiran bebemos muito do Soul, que em sua totalidade é puro sentimento, e foi isso que conseguimos transpor para a música baseado nas nossas experiências e influências individuais. A música gira em torno do ato de Ceder, como já entrega o título. No momento, sentia a urgência de compor sobre a imprescindibilidade de se permitir entregar, comunicar ou simplesmente estar aberto a disponibilizar, da forma possível que seja, uma parte íntima sua, para que assim seja possível relacionar-se com outrem”, explica a cantora.

A canção, produzida por Theo Zagrae- que já trabalhou com diversos artistas como Lulu Santos, Tássia Reis, Luedji Luna, Yoùn e Coruja Bc1-, também ganhará clipe dirigido por Mariana Ayumi. “O vídeo transpõe a mensagem da música para o visual, Mariana surgiu com as ideias estéticas que metaforizam perfeitamente o conteúdo da faixa. Todo o clipe exala romantismo e simplicidade, o que era o escopo principal”, completa Melly.

Melly canta desde os 6 anos, e hoje já acumula mais de 300 composições em português e inglês. Em 2021, lançou o EP Azul, que mescla toques de R&B, Blues e Neo Soul com a sonoridade baiana, como o próprio samba-reggae. Recentemente participou junto com o duo paulista Deekapz no Afropunk Bahia.

Em 2022 lançou em parceria com Saulo o single “Então Volta”, que já acumula mais de 700 mil plays nas plataformas de streaming e promete novidades em breve. “Meu objetivo é amadurecer ainda mais a identidade que venho desenvolvendo. A sonoridade que foco comporta o Ritmo & Blues, mas também vai muito além disso. Minhas influências se confundem e mesclam o que é afrobrasileiro, mais especificamente do que advém da Bahia, devido as minhas experiências que se moldam desde que me conheço por gente, até às influências internacionais”, finaliza.

Written by ju

Jornalista formada, trabalha na área desde 2017. E-mail: [email protected]

1654863924297

LANÇAMENTOS DA SEMANA (10/06): Demi Lovato, Pedro Sampaio, Wes e muito mais

bruno e dom

Corpos de Dom e Bruno foram encontrados