Ally Dyla reforça a pureza e resiliência de um amor lésbico no novo single “Amor a Duas”

A canção mostra como o amor não machuca e nem mesmo pretende magoar ou desrespeitar. No entanto, a cantora ressalta como, na realidade, muitas pessoas ainda tentam impedir o amor entre pessoas do mesmo sexo.

Ally Dyla reforça a pureza e resiliência de um amor lésbico no novo single Amor a Duas
Créditos: Ana Temponi

Com o desejo de colocar um fim no preconceito, a cantora e compositora Ally Dyla, artista mineira que vem se destacando no cenário da música brasileira, lança seu novo single “Amor a Duas“, uma celebração do amor entre duas mulheres. A faixa, que reflete a pureza e transcendência desse sentimento, já está disponível em todas as plataformas digitais.

A canção mostra como o amor não machuca e nem mesmo pretende magoar ou desrespeitar. No entanto, a cantora ressalta como, na realidade, muitas pessoas ainda tentam impedir o amor entre pessoas do mesmo sexo.

Essa é mais uma composição autoral da artista e carrega uma vivência fortemente pessoal. “Eu tenho minha companheira há mais de 3 anos e sei como o nosso amor nos nutre e nos faz bem, mas ao mesmo tempo enfrentamos muitas dificuldades quando saímos do nosso ‘universo particular’ e entramos em contato com o mundo lá fora. Os olhares de julgamentos, as agressões verbais, a invalidação da nossa relação, a objetificação por sermos duas mulheres, então todos esses sentimentos deram origem a ‘Amor a Duas’ de uma maneira bem natural”, conta.

A sonoridade de “Amor a Duas” é um pop leve e sutil, que em certas partes chega a ser angelical. Ally explica que essa escolha foi proposital para reforçar a ideia de que o amor é puro e genuíno em todas as suas formas.

A estética visual

Buscando sempre conectar a mensagem da música com o visual do trabalho, desta vez não foi diferente. A artista trouxe para o projeto, uma estética diferenciada representada pela metamorfose de uma borboleta.

“Eu interajo tanto com o casulo, quanto com a borboleta. Esse aspecto representa a dificuldade e beleza do processo de desenvolvimento do amor entre duas pessoas do mesmo sexo. Dessa forma, assim como é difícil uma lagarta se transformar em borboleta, é difícil o amor entre essas pessoas prosperar, devido a todo o preconceito sofrido. Então, quando o amor vence, é como se fosse o desabrochar de uma linda borboleta. E usamos um laço para representar as asas, pois os laços estão super em alta na alta costura”, conta a cantora.

Ela ainda completa: “A identidade visual de Amor a Duas me deixou muito orgulhosa, ficaram incríveis as fotos e o lyric video. Conseguimos passar a pureza e leveza que é o amor”.

Sobre a expectativa para o lançamento, a artista afirma: “Sempre positiva, porque o trabalho está conectado e visualmente lindo. Essa canção traz uma vibe angelical e ao mesmo tempo fantástica, então estou muito ansiosa para a recepção dos meus fãs e público”, finaliza.

Depois de estreia marcante da turnê de encerramento do disco La voz de la diosa Entropía, Daniel Drexler volta ao Brasil para os próximos shows

Depois de estreia marcante da turnê de encerramento do disco La voz de la diosa Entropía, Daniel Drexler volta ao Brasil para os próximos shows

Fernando e Sorocaba

Evento da dupla Fernando e Sorocaba, encanta público em São Paulo