Connect with us

Eventos

A história de sucesso do Green Valley, clube que ajudou a moldar a cena eletrônica brasileira

Published

on

Uma tenda improvisada em 2005, que resultou em 2 anos estudando locais, formas e detalhes, para em novembro de 2007, finalmente nascer o Green Valley, um espaço em Santa Catarina cercado pela Mata Atlântica para receber o ícone Carl Cox em uma festa local. Tinha como não dar certo? Esse foi o primeiro evento que podemos chamar de início do Green Valley que surgiu simples e despretensioso, mas que 12 anos depois comemora seu aniversário com grandes feitos (e prêmios) na lista.

No ano seguinte de sua estreia, em 2008, a casa já começava a colecionar grandes premiações como “destaque do ano” e “melhor super club” no Cool Awards. Em constante evolução, o Green Valley foi se transformando para além de um club, e a cena eletrônica passou a reconhecer isso. Em 2010, GV foi indicado ao Internacional Dance Music Awards (IDMA), uma das maiores premiações do universo eletrônico na categoria “Melhor Club do Mundo”, e marcou presença no também importantíssimo TOP 100 Clubs da DJ Mag em 27º lugar. No período de um ano, o club conseguiu subir inúmeras posições neste ranking, ficando na terceira posição em 2011. Escalando a lista, o segundo lugar chegou em 2012, e no ano seguinte em 2013 o Green Valley se consolidou como o melhor club do mundo com o primeiro lugar no Top 100 Clubs. A casa se manteve em altas colocações na lista, ficando entre o segundo lugar (em 2014 e 2016) e novamente no topo do ranking (em 2015 e 2018). Vale ressaltar que a enquete é reflexo do voto popular, conquistado com muitas noites inesquecíveis e apresentações de grandes DJs nacionais e internacionais da cena.

“Ao longo dos anos, buscamos sempre o equilíbrio entre ditar e seguir tendências, mesclando doses de novidades e doses de tradição. Por mais de uma década, o Green Valley vem trazendo ao seu público tanto os artistas já conhecidos e mais aguardados do mercado, quanto artistas inéditos e inusitados que oferecem uma nova experiência musical, cuja fórmula acaba resultando como uma espécie de mistura de contemporâneo com o que está vindo pela frente.”, revela Eduardo Phillips, Diretor Geral do Green Valley.

Adaptando-se ao mercado, transformando-se conforme a cena e progredindo ao passar dos anos, o GV galgou status de importância e relevância no cenário mundial da música eletrônica com aberturas que evidenciam o incrível cenário natural do vale verde em que a casa está localizada. São vários palcos, um enorme lago artificial, bares, áreas de circulação, boutique com produtos exclusivos da marca, rajadas de CO2, sistema de iluminação único, efeitos visuais incríveis e soundsystem impecável, aliados às batidas da noite e ao nascer do sol pela manhã.

Com uma trajetória espetacular, o Green Valley comemora seus 12 anos de existência com uma superfesta no dia 16 de novembro, intitulada Reborn, que marca um período de modificações estruturais e novas surpresas por todo o club. Escalados para o grande baile, estão os residentes Chemical Surf, que em novo projeto dividem o palco com Dubdogz, formando o Chemical Dogz, atração de festivais como Só Track Boa e Lollapalooza. O destaque vai ao duo sul-africano Goldfish que traz ao club uma performance com instrumentos musicais ao vivo. Além destes, o warm up fica com AB & Hamy e Pimpo Gama, e o encerramento com RDTClique aqui para comprar seu ingresso.

“Produzir grandes histórias é um caminho complexo e cheio de riscos. Mas a paixão é o que nos move e vai além de todas as ideologias da marca. Por isso abraçamos essa responsabilidade de corpo e alma, na certeza de que atrairemos pessoas que acreditam tanto quanto nós. Elas nos ajudam a transformar a noite e entregar verdadeiros espetáculos.”, conta Eduardo, que finaliza: “Nosso propósito é inspirar liberdade e diversão através do entretenimento”.

Sócio do Pop Cyber, que tornou-se um dos maiores portais sobre música no Brasil. E-mail: contato@portalpopcyber.com

Eventos

The Weeknd no Super Bowl: conheça 4 cantoras que têm tudo para ser a segunda atração

Published

on

Foto: Lana del Rey, Megan Thee Stallion e Doja Cat

Em novembro de 2020, foi anunciado que The Weeknd, cantor do maior hit do ano passado, de acordo com o Year-End Chart da Billboard, será atração no show do intervalo do Super Bowl – jogo final da temporada da NFL.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O evento acontecerá em 7 de Fevereiro de 2021 e a expectativa é que mais de 16,5 milhões de pessoas assistam ao evento na televisão, seguindo a audiência média alcançada em 2019. A tendência é que a quantidade de telespectadores aumentem neste ano, principalmente por causa do isolamento físico e da restrição da presença da torcida no estádio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A confirmação da presença de The Weeknd animou os fãs e também levantou apostas online sobre quem poderia ser a segunda atração a dividir o palco com o artista. Dentre os mais falados estava a cantora, rapper e compositora Doja Cat, que fez um feat com o cantor no remix de In Your Eyes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Megan Thee Stallion

Apesar de ainda não ter um featuring com The Weeknd, Megan Thee Stallion participa da lista de prováveis atrações por causa do sucesso estrondoso que fez em 2020. Antes mesmo de lançar seu álbum debut, a artista fez parte da lista dos 100 mais influentes do mundo pela Time – na qual o próprio cantor também foi mencionado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Doja Cat

Após fazer história em 2020 com seu hit ‘Say So’, que finalizou o ano em décimo primeiro lugar na Hot 100 Songs da Billboard, Doja Cat foi um dos nomes citados como possíveis atrações do show do intervalo do Super Bowl em 2021. A artista também fez recentemente um featuring com The Weeknd no remix de In Your Eyes, que já passou da marca de 22 milhões de visualizações no YouTube. 

Lana Del Rey

A cantora, compositora e poetisa norte-americana Lana Del Rey já teve alguns featurings de sucesso com o cantor, incluindo a faixa título do seu álbum “Lust For Life”, lançado em julho de 2017. Apesar de seu estilo musical ímpar, um featuring entre os dois durante o halftime show daria uma experiência inesquecível e icônica para os telespectadores.

Rosalía

Outra cantora que é uma possível atração no show do intervalo é a espanhola Rosalía. A artista já foi amplamente reconhecida nos Grammys e, em 2020, lançou alguns sucessos como TKN, canção que conta com o featuring do rapper Travis Scott. Além disso, foi uma das artistas femininas que participaram de remixes no mais recente álbum do The Weeknd, tendo integrado a nova versão de Blinding Lights.

Quais são as suas apostas para compartilhar o palco com The Weeknd durante o show do intervalo? Independentemente da segunda atração, os fãs do cantor acreditam que há grandes probabilidades de ser um show inesquecível.

Continue Reading

Eventos

Rock in Rio deve cancelar edição de 2021 nos próximos dias

Published

on

Foto: Divulgação

Os organizadores do Rock in Rio 2021 entenderam que o melhor caminho não é continuar anunciando atrações como se nada estivesse acontecendo. O anúncio do adiamento da próxima edição deve ser feito nos próximos dias – tanto para a edição portuguesa quanto para a edição brasileira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em setembro do ano passado, a organização do Rock in Rio oficializou as datas da próxima edição brasileira para 24, 25, 26 e 30 de setembro e 1, 2 e 3 de outubro de 2021. A produção estava confiante na iminência da vacinação em massa da população brasileira contra a Covid-19 – o que se revelou mais difícil. O cronograma do governo federal prevê que a totalidade do povo brasileiro só estará vacinada contra o coronavírus em meados de 2022.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nesta quinta (21/1), o Prefeito do Rio Eduardo Paes anunciou o cancelamento do Carnaval, até então adiado para julho. “Parece-me sem qualquer sentido imaginar a essa altura que teremos condições de realizar Carnaval em julho. Essa celebração exige uma grande preparação por parte dos órgãos públicos e das agremiações e instituições ligadas ao samba. Algo impossível de se fazer nesse momento”, declarou o político.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A produtora Live Nation, que responde por mais de 50% da sociedade do Rock in Rio, recentemente anunciou a compra da plataforma de transmissão ao vivo, com ingressos pagos, Veeps. A empresa foi criada em 2017 por Joel e Benji Madden, do Good Charlotte, facilitando o envolvimento entre fãs e ídolos, com conteúdo monetizado. É uma alternativa para o festival: uma edição virtual.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Rock in Rio tem histórico de investimento em tecnologia e inovação. Em 2017, realizou um show de drones na Cidade do Rock no intervalo entre alguns shows. Quem viu adorou.

Continue Reading

Eventos

Cerimônia do Grammy Awards 2021 é adiado

Published

on

O Grammy Awards 2021 não vai mais acontecer neste mês de janeiro como programado. A cerimônia, marcada para o dia 31 nos Estados Unidos, foi cancelada por conta do agravamento da pandemia do coronavírus. A informação foi divulgada pelo site da revista Rolling Stone. A nova data aprontada para a premiação seria no mês de março.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A ideia era fazer a cerimônia apenas com os apresentadores e as atrações musicais, sem plateia. Nem os artistas indicados poderiam comparecer. Fariam aparições remotas.

“Os organizadores não confirmaram uma data nova, mas fontes dizem que eles estão visando realizar o evento em algum momento de março”, diz o site da revista Rolling Stone.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Grammy não tinha anunciado ninguém para a lista de performances. Havia apenas rumores de que Beyoncé, Taylor Swift, Harry Styles e até Adele poderiam se apresentar no evento, mas nada confirmado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um comercial recente do Grammy Awards na TV usou a música “Don’t Start Now” da Dua Lipa. Para muitos, foi um indicativo de seu favoritismo na corrida pelo troféu. Para outros, um sinal de que a cantora também deveria se apresentar na premiação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Grammy 2021 tem como principais destaques Beyoncé, Dua Lipa, Taylor Swift e Roddy Rich. Esses artistas lideram o número de indicações.

Segundo o jornal The Los Angeles Times, a Califórina – estado onde será realizada a cerimônia – teve um pico de novos casos de Covid-19 nessa segunda (4/1): ao todo, foram 74 mil novos contágios pela doença. Veja a lista de indicados!

Continue Reading
Advertisement
Exit mobile version